Tenda Espírita Caxana

Fé e Caridade

Responda rapidamente, se você tivesse que ler um contrato muito longo, numa grande sala com mais de 100 pessoas conversando ao mesmo tempo, você teria condições de entender totalmente o contrato e assiná-lo ?

A maioria das pessoas responderia que não teria condições de concentrar-se, já que o barulho do falatório seria um grande obstáculo para tal leitura. Significando que o trabalho de leitura estaria em grande parte sendo desperdiçado ou se gastaria mais energia para retomar a leitura, por várias vezes, até chegar a um nível ideal de compreensão.

Algo muito parecido com essa situação, acontece em todas as sessões de um templo de Umbanda, quando as pessoas não se preocupam que estão num ESPA?O RELIGIOSO e passam a conversar entre si.

O barulho das conversas e o tipo de conversa, trazem conseqüências negativas aos trabalhos a se realizar. As entidades (caboclos, pretos-velhos, etc) que baixam num centro, não trabalham sozinhas, elas dependem das pessoas. As entidades precisam que o ambiente esteja o mais equilibrado possível para que as coisas se realizem sem problemas.

Desta forma, quando mantemos o silêncio, damos condições a estes espíritos bondosos se concentrarem nos trabalhos que realizam. Quando nos mantemos serenos, silenciosos e em prece, criamos condições positivas para que estas entidades nos ajudem de uma maneira melhor do que aquela em que elas são obrigadas a se concentrarem ainda mais, pois há muito barulho. Uma parte de energia positiva que seria usada para nos auxiliar, na hora dos passes e tratamentos, é desperdiçada para que as entidades re-equilibrem o ambiente que irão trabalhar.

Assim, se queremos ajuda, temos que contribuir com a nossa parte.

O silêncio, na hora dos trabalhos espirituais, nos leva à reflexão. Faz com que pensemos em nossa situação e no porquê estarmos num templo religioso. Se precisamos ajuda, então por que não aproveitar o momento especial, onde as boas energias circulam à nossa volta e entremos em sintonia com as esferas espirituais superiores e com O Nosso Pai Criador e através da prece, pedimos aquilo que viemos buscar ?

Quando entramos em prece, vamos nos distanciando das coisas negativas e passamos a absorver as coisas boas e positivas. Sentimos um bem indefinível nos invadir e começamos a ver que a esperança passa a brotar em nosso peito.

Quando chega a hora de tomar passe ou dar continuidade ao tratamento espiritual, estaremos mais aptos para receber ajuda do que quando mantemos o pessimismo. Criamos condições favoráveis e as entidades não necessitarão remover toda aquela carga negativa de nós, já que fizemos isso pela prece, silêncio e bons pensamentos. Assim, elas concentrarão seus esforços diretamente sobre os nossos problemas.

Viu como é ajudando que se é ajudado ? Façamos a nossa parte !





Autor: http://umbanda.cjb.net