Tenda Espírita Caxana

Fé e Caridade

Registro total de  406  artigos relacionados a mensagens deixadas pelos internautas .

Envie suas mensagens com amor e carinho. Talvez, alguém nesse exato momento necessite das suas palavras.


A relação entre as pessoas continua sendo o grande desafio na vivência humana. Na verdade, quando o parceiro está longe faz falta e quando perto, às vezes, faz raiva. Mas a força do amor é sublime e é belo ver jovens enamorados ou vividos idosos continuarem a caminhada do Amor. Nos dias atuais os computadores e TVs tentam substituir a velha roda de conversa nas calçadas. Os relacionamentos ficaram frios e egoístas!!! Precisamos de colo e de carinho e ainda descobrir no espelho da face do irmão a revelação de nós mesmos como humanos que somos. Nada substituirá uma boa conversa. Um "bate-papo" descontraído com bom humor. Valorize seu Amigo!!! Ele é um passaporte para a felicidade!!!

Tudo Passa.... Todas as coisas na Terra passam... Os dias de dificuldade passarão... Passarão também os dias de amargura e solidão... As dores e as lágrimas passarão. As frustrações que nos fazem chorar... Um dia passarão. A saudade do ser querido que esta longe, passará. Dias de tristeza... Dias de felicidade... São lições necessárias que na Terra passam,deixando no espírito imortal as experiências acumuladas. Se hoje, para nós , é um desses dias repletos de amargura, paremos um,instante. Elevemos o pensamento ao Alto, e busquemos a voz suave da Mãe amorosa a nos dizer carinhosamente: Isso também passará... E guardemos a certeza, pelas próprias dificuldades já superadas que não há mal que dure para sempre. O planeta Terra, semelhante a enorme embarcação, as vezes parece que vai soçobar diante das turbulências de gigantescas ondas. Mas isso também passará, porque Jesus esta no leme dessa Nau, e segue com o olhar sereno de quem guarda a certeza de que a agitação faz parte do roteiro evolutivo da humanidade, e que um dia também passará... Ele sabe que a Terra chegará a porto seguro, porque essa é a sua destinação. Assim, façamos a nossa parte o melhor que pudermos, sem esmorecimento e confiemos em Deus, aproveitando cada minuto, cada segundo que por certo... também passarão... ??Tudo passa... exceto Deus!? ?? Deus é o suficiente!? (Chico Xavier)

Olá irmãos da Tenda Espírita Caxana, como ficou combinado na Festa de Xangô, marcaremos uma data para irmos a Igreja Santa Bernadette para retribuir à visita ilustre do Pe. Gegê. Desta forma, deixo aqui o endereço da Paróquia para todos: Av dos Democráticos, 896 - Higienópolis. Tel: 2270-3915 e 3866-1655. Abraço fraterno!!!

Gostaria de expressar aqui minha imensa alegria em presenciar o grande encontro entre dois líderes religiosos que tanto admiro: Pai-de-santo Gil e Pe. Gegê. Vê-los juntos, em harmonia, foi um presente a espiritualidade para os presentes na Festa de Xangô, ocorrida no dia 27/06/2011 na Tenda Espírita Caxana. As palavras do nosso querido Pai-de-santo Gil, do espírito de luz Caboclo Pena Branca e do Pe. Gegê foi um alimento para a alma, do qual ainda me sacio. Espero que esta seja o início de uma grande amizade e da união contra a intolerância religiosa. Um abraço fraterno a todos!!!

Padre Gegê um representante do ecumenismo.

Hoje quando acordei ainda tocado pela emoção que vivi na nossa querida TEC durante a festa em homenagem a Xangô, resolvi escrever sobre um ilustre visitante que esteve em nossa casa. Padre Gegê ?? Sacerdote da Paróquia de Santa Bernadete, personalidade marcante, de sorriso aberto, rapidamente contagiou a todos com suas palavras de fé e tolerância. Gostaria de conseguir descrever tudo o que aconteceu nos mínimos detalhes - foram marcantes - mas vou me deter a um momento que ficará marcado em mim e arrisco dizer em todos ali presentes, durante as despedidas e com a pose da palavra, Padre Gegê lembrou do hábito do Papa João paulo II que beijava o chão dos lugares por onde passava e repetiu esse gesto beijando o chão da Tenda. Senhor Geraldo José Natalino (Padre Gegê) aproveito o momento para agradecer a recepção.

Em busca para encontrar o cântico entoado duas vezes pelo Padre Gegê, me deparei com algumas informações do nosso visitante:

Membro da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR) Mestre em Teologia pela PUC-RJ, produziu o trabalho: ??Cristianismo e Candomblé: Duas Mistagogias em Confronto?.

Graduado em Psicologia, especialista em Psicologia Jungiana pela IBMR, quando produziu a monografia: ??Exú: Arquétipo do Inconsciente Coletivo?.

Padre Gegê é especialista em História da África e do Negro do Brasil pela Universidade Cândido Mendes e coordenador do Fórum Dom Helder Câmara de diálogo interreligioso da Igreja Católica.

O Cobrador( Autoria desconhecida ) Depois de um dia de caminhada pela mata, mestre e discípulo retornavam ao casebre, seguindo por uma longa estrada. Ao passarem próximo a uma moita de samambaia, ouviram um gemido. Verificaram e descobriram, caído, um homem. Estava pálido e com uma grande mancha de sangue, próximo ao coração. O homem tinha sido ferido e já estava próximo da inconsciência. Com muita dificuldade, mestre e discípulo carregaram o homem para o casebre rústico, onde trataram do ferimento.Uma semana depois, já restabelecido, o homem contou que havia sido assaltado e que ao reagir fora ferido por uma faca. Disse que conhecia seu agressor, e que não descansaria enquanto não se vingasse. Disposto a partir, o homem disse ao sábio:- Senhor, muito lhe agradeço por ter salvo minha vida. Tenho que partir e levo comigo a gratidão por sua bondade. Vou ao encontro daquele que me atacou e vou fazer com que ele sinta a mesma dor que senti.O mestre olhou fixo para o homem e disse:- Vá e faça o que deseja. Entretanto, devo informá-lo de que você me deve três mil moedas de ouro, como pagamento pelo tratamento que lhe fiz.O homem ficou assustado e disse:- Senhor, é muito dinheiro. Sou um trabalhador e não tenho como lhe pagar esse valor!- Se não podes pagar pelo bem que recebestes, com que direito queres cobrar o mal que lhe fizeram?O homem ficou confuso e o mestre concluiu:- Antes de cobrar alguma coisa, procure saber quanto você deve. Não faça cobrança pelas coisas ruins que te aconteçam nessa vida, pois essa vida pode lhe cobrar tudo que você deve. E com certeza você vai pagar muito mais caro - Junior PereiraSacerdote Umbandista ?? Grupo dos Eternos Aprendizes.Projeto TUCA - O futuro pertence aqueles que acreditam na beleza de seus sonhos.

Na Índia, são ensinadas as "quatro leis da espiritualidade": A primeira lei diz: "A pessoa que vem é sempre a pessoa certa". Ninguém entra em nossas vidas por acaso. Todas as pessoas ao nosso redor, interagindo com a gente, têm algo para nos ensinar e colaboram no avanço de cada situação. A segunda lei diz: "Aconteceu a única coisa que poderia ter acontecido". Nada, nada absolutamente nada, do que acontece em nossas vidas poderia ter sido de outra forma. Mesmo o menor detalhe. Não há nenhuma outra opção. O que aconteceu foi tudo o que poderia ter acontecido, para aprendermos uma lição e seguirmos em frente. Todas, e cada uma das situações que acontecem em nossas vidas, são absolutamente perfeitas. A terceira lei diz: "Toda vez que você tomar uma decisão, será sempre o momento certo". Tudo só começa na hora certa, nem antes, nem depois. Somente quando estivermos prontos para iniciar algo novo em nossas vidas, é que as coisas acontecerão. A quarta lei diz: "Quando algo termina, é porque foi concluído". Simplesmente assim. Se algo acabou em nossas vidas é para a nossa evolução. Por isso, é melhor soltar, seguir em frente enriquecido pela experiência. Não é por acaso que estamos lendo este texto agora. Se ele vem à nossa vida hoje, é porque estamos preparados para entender que ??nenhum floco de neve cairá no lugar errado?. Que Oxalá nos abençoe sempre Saravá .'. "Semirombá"

Boa tarde! No dia da última sessão, Pai Antonio nos pediu que fizéssemos uma comparação e meditação nos textos de Corintios 1 ?? 13 e 2 ?? 13. Pois bem, segue aqui uma pequena mostra dos textos acima citados. Conrintios, 1-13 ??Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom de profecia e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.? Corintios 2-13 ?? ? a terceira vez que vou ter convosco. Por boca de duas ou três testemunhas será confirmada toda a palavra. Visto que buscai uma prova de Cristo que fala em mim, o qual não é fraco para convosco, antes é poderoso entre vós. Ora, eu rogo a Deus que não façais mal algum, não para que sejamos achados aprovados, mas para que vós façais o bem, embora nós sejamos como reprovados. A graça do senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito santo seja com todos vós. Amém.? Espero que aproveitem.

As vezes vale apena parar um pouco e refletir velhos pensamentos! Sentado num banquinho, pitando o seu cachimbo, um triste preto-velho chorava. De seus olhos molhados, esquisitas lágrimas desciam-lhe pelas faces e não sei porque contei-as... Foram sete. Na incontida vontade de saber aproximei-me e o interroguei. Fala, meu preto-velho, diz ao teu filho por que externas assim uma tão visível dor? E ele, suavemente respondeu: Estás vendo esta multidão que entra e sai? As lágrimas contadas estão distribuídas a cada uma delas. A primeira, eu dei a estes indiferentes que aqui vem em busca de distração, para saírem ironizando aquilo que suas mentes ofuscadas não podem conceber... A segunda a esses eternos duvidosos que acreditam, desacreditando, na expectativa de um milagre que seus próprios merecimentos negam. A terceira, distribui aos maus, aqueles que somente procuram a UMBANDA, em busca de vingança, desejando sempre prejudicar a um seu semelhante. A quarta, aos frios e calculistas que sabem que existe uma força espiritual e procuram beneficiar-se dela de qualquer forma e não conhecem a palavra gratidão. A quinta, chega suave, tem o riso, o elogio da flor dos lábios mas se olharem bem o seu semblante, verão escrito: Creio na UMBANDA, nos teus caboclos e no teu Zambi, mas somente se vencerem o meu caso, ou me curarem disso ou daquilo. A sexta, eu dei aos fúteis que vão de Centro em Centro, não acreditando em nada, buscam aconchegos e conchavos e seus olhos revelam um interesse diferente. A sétima, filho notas como foi grande e como deslizou pesada? Foi a última lágrima, aquela que vive nos olhos de todos os Orixás. Fiz doação dessa aos Médiuns vaidosos, que só aparecem no Centro em dia de festa e faltam as doutrinas. Esquecem que existem tantos irmãos precisando de amparo material e espiritual. Assim, filho meu, foi para esses todos, que viste cair, uma a uma AS SETE LÁGRIMAS DE UM PRETO-VELHO.

Obrigado meu grande Guerreiro Ogum, nesse pequeno espaço de tempo onde a minha consciência começou a despertar, pude perceber e testemunhar a força desse Orixá. Hoje não venho pedir, estou aqui para homenajear vossa força e agradecer todos os caminhos que já foram abertos e que ainda o serão.

A Tenda Espírita Caxana é um dos raros espaços onde realmente seu Dirigente realiza os trabalhos com muito amor e seriedade juntamente com seus trabalhadores. Espaço que não há o que se cogitar sobre o seu poder. Aos guias, pelos quais tenho profundo respeito e carinho, só tenho a agradecer. Porém, é lamentável ver práticas de algumas freqüentadoras da casa!! Acredito não ser nada justo ser uma das primeiras pessoas a chegar na fila e na hora de entregar o nome ouvir que não há mais vaga para o guia do qual pretendia receber consulta!! Não é justo chegar cedo e não conseguir atendimento para o guia que esta lhe amparando porque o nome de pessoas ausentes são colocados na ficha. Existem regras na casa, e regras devem ser SEGUIDAS por todos e APLICADAS a todos, independente de quem quer que seja!! Sei que lidar com o público não é tarefa fácil, mas é importante que aquele que esteja responsável pela organização da ficha de atendimento seja firme na aplicação das regras e não se deixe corromper. ? um absurdo uma única pessoa além de dar o seu próprio nome também poder dar o nome de 1, 2, 3,4 ausentes; que na maioria das vezes chegam poucos minutos ou logo após a abertura da gira!! Ajudar na faxina casa espírita ou na organização das festas é o MÍNIMO que os freqüentadores da casa podem fazer em agradecimento ao MUITO que é feito e recebido por todos nós na Tenda Espírita Caxana e não devem achar de forma alguma que isso seja motivo par ter privilégios ou não seguirem as normas!! Acredito que devemos ter muito cuidado com o que vem acontecendo na casa; pois Umbanda é acima de tudo CARIDADE e os freqüentadores da casa devem refletir a respeito, até para que não se desmoralize um espaço tão belo e formoso como a Tenda Espírita Caxana.

Tenho um carinho especial pela Tenda Espírita Caxana. Admiro o trabalho sério do dirigente e dos médiuns da casa. Foi nesta casa que tomei um novo direcionamento na minha vida, de crescimento profissional, espiritual e pessoal. Tudo isso com o auxílio das maravilhosas entidades de nossa Umbanda linda que estão presentes nesta casa para nos ajudar com muito amor. No entanto, gostaria de dizer que tenho lamentado ver como algumas pessoas da assistência tem desrespeitado a Casa, reservando lugar para várias pessoas para o atendimento com os guias. A coisa anda tão séria que mesmo a pessoa que chega cedo, por volta das 15h, muitas vezes não consegue falar com o guia que a assiste. ? importante frisar que as pessoas que fazem isso estão lá toda semana se consultando com os mesmo médiuns, como se fossem donas dos guias. Não dão oportunidade para outras pessoas, que muitas vezes estão com problemas bem mais sérios e que não tem tempo de estar indo ao centro toda semana. Até porque acredito que não haja essa necessidade. Devemos aprender a ter fé e mentalizar nossos amigos espirituais no nosso cotidiano, pois eles estão sempre conosco. Mas infelizmente, essas pessoas acham que só porque estão lá todas as segundas, são donas dos guias e querem determinar quem será atendido ou não. Acredito que se continuar dessa forma estaremos nos afastando dos princípios da Umbanda. Tenho certeza que o dirigente e as pessoas que o auxiliam na administração deste maravilhoso trabalho espiritual, não tem conhecimento disto que acabei de relatar. Por isso deixo aqui meu desabafo.

Estou com problemas de família. A traição foi grande porque envolve parentes e "amigos", todos sabiam menos eu. Mas ao olhar prá trás, vi que existem problemas piores que o meu. A perda de de um filho, uma doença incurável.E as pessoas sempre me dizem que devo ter fé no futuro, fé em Deus, talvez porque eu sofra porf antecipação. E que tudo que acontece ao nosso redor são reflexos dos nossos pensamentos. Tenho buscado muito o encontro com Deus! ? isso que tem me dado força.

Caros irmãos ! Hoje contarei duas ??histórias? a primeira de autor desconhecido, a segunda foi Pai Antônio quem contou na sessão de ontem lá na Tenda. Vamos a primeira , ??Um sábio procurava entre seus discípulos um sucessor. Tinha dois discípulos em mente e deu aos dois uma prova, quem vencesse seria o seu sucessor. A prova consistia em: com feijões nos sapatos fazer uma penosa caminhada. Ao final da prova com o sucessor escolhido, o perdedor perguntou ao colega: ?? Como fizestes para efetuar tão árdua prova sem que machucasses nem um pouco os teus pés? O que o outro respondeu : ??Eu cozinhei os feijões!. ? Devemos ?? cozinhar? nossos problemas para que não se tornem maiores do que na verdade são. A segunda história: Um homem foi procurar o preto-velho ao sentar em seu banquinho lhe disse: ?? Vovô preciso de sua ajuda com o meu problema é urgente e de difícil solução, preciso muito da sua ajuda! E o bondoso preto-velho respondeu: ?? Fio pegue cá esses feijões e dê a cada pessoa que ôce encontrar com um problema igual ao seu ou pior um grão.? E depositando na mão do homem um bom punhado de feijões lhe disse: Se ôce quando voltar aqui tiver ainda um grão de feijão com suncê eu pedirei a Oxalá para te ajudar com seu problema. Sempre serão os nossos problemas maiores e piores do que os dos outros. Experimentemos distribuir alguns grãos de feijão, mas não vale distribuir poucos grãos... E Salve Pai Antônio! Adorei as Almas! .

Queridos irmãos e irmãs. Venho por meio deste excelente canal de comunicação, solicitar ajuda no que for possível para os nossos irmãos vítimas das enchentes. Gostaria que se puderem contribuam com roupas para vestuário, calçados, roupas de cama, banho, água mineral, alimentos não perecíveis, colchonetes e o que mais puderem, pois para quem tudo perdeu, o que ganhar agora será de muita serventia. Gostaria se possível que as doações fossem entregues na própria Tenda, agradeço desde já a todos aqueles que puderem ajudar de alguma forma. Tenho certeza que o bem que estiverem fazendo vibrará sobre todos em forma de bênçãos e luz, que Oxalá abençoe a todos e muitíssimo obrigada!