Tenda Espírita Caxana

Fé e Caridade

Data Comemorativa : 29 de Julho

Quando Jesus veio ao encontro de João Batista para ser batizado, dois discípulo do Batista partiram ao encontro de Jesus. respeitosamente, perguntaram-lhe onde vivia , certamente com a intenção de acompanhá-lo. Jesus, diz os Evangelhos, levou-os consigo, a partir daquele dia. Um deles, era André e foi a procura do irmão, conhecido pelo nome de Simão, e contou-lhe que havia encontrado o Cristo. Curioso, Simão quis conhecer o mestre. Ao deparar-se com ele, ouviu-o enigmaticamente : " Você, Simão, será chamado Cepas (pedra)" e juntou-se a Jesus, certo dia em que pregava à margem do lago,cercado por grande multidão, Jesus avistou duas barcas junto a praia. Os pescadores haviam descido e lavavam as redes, no retorno de uma pescaria infrutífera. Jesus subiu a uma das barcas, justamente a que pertencia a Simão Pedro, e pediu a ele que se afastasse da terra, sentado continuou a falar dali. quando terminou a pregação, sugeriu a Simão - " Faça-se ao lago e lance suas redes de pesca ! - " Mestre, respondeu Simão, tentamos a noite toda sem nada apanhar, mas obedecerei. Navegaram para um ponto de águas mais profundas e tentaram mais um lance de rede. Desta vez , porém a quantidade de peixe colhido foi tão grande, que o peso quase rompia a rede. Simão Pedro assombrado, ajoelhou-se diante de Jesus e exclamou : "Afaste-se, senhor, porque sou pecador !" -Não tenha medo- disse Jesus a Pedro, agora você será pescador de homens. No mesmo instante Simão largou tudo ali, peixes e apetrechos, disposto a acompanhar Jesus para sempre. Certa ocasião, um fariseu convidou Jesus para jantar em sua casa. O mestre aceitou e quando estavam à mesa, apareceu Maria Madalena que se ajoelhou aos pés de Jesus, lavou-os com suas lágrimas enxugou-os com seus cabelos, beijou-os e os ungiu com perfumes. Este fato causou séria desconfiança ao dono da casa, quando Jesus falou: " Simão, tenho uma cousa para dizer a você ! - Diga, mestre, respondeu ele " Um credor tinha dois devedores, um lhe devia 500 dinários, o outro 50. Como não tivessem com que pagar, perdoou a dívida a ambos. Qual deles há de amá-lo mais ? Creio, respondeu Pedro, que ficou mais agradecido o devedor a quem foi perdoado a maior quantia ! - Seu julgamento está certo, respondeu Jesus, logo em seguida tornou a indagar Pedro : Está vendo esta mulher ? Quando aceitei o convite do dono desta casa para o jantar, ele não me deu água para lavar os pés. Ela , ao contrário, lavou-os com lágrimas e enxugou-os com os seus cabelos. Ele não me beijou ao me receber, mas ela, ao entrar, cobriu os meus pés de beijos. Ele não ungiu com óleo minha cabeça, porém ela trouxe bálsamo perfumado para me homenagear. Jesus reclamava de seu hospedeiro o fato de ele não ter cumprido gestos de boas-vindas em uso na época . E continuou falando para Simão: - Os numerosos pecados desta mulher foram perdoados porque ela mostrou muito amor, mas aquele a quem pouco se perdoa pouco ama". Após a 1 º multiplicação dos pães, assim que despediu a multidão, Jesus subiu a um monte para rezar. Era noite, estava só e o lugar.

A escuridão não só aumentava o medo como tornava quase impossível orientar-se. O lago Tiberiades muitas vezes fora atravessado por aqueles homens, mas agora, era como se fosse um lugar estranho: perdida a orientação, não mais sabiam para que lado as ondas jogavam à frágil embarcação. Recolhida a vela para que não se rompesse, vagavam ao sabor do vento. O pensamento firme e único de todos era : " Se Jesus estivesse conosco, certamente nada disso aconteceria !" E de repente, aqueles homens tão acostumados a enfrentar situação difícil, começaram a temer o perigo. Jesus, então pôs-se a caminhar sobe as águas em direção a eles. Não podiam acreditar no que seus olhos viam e gritavam : " ? um fantasma ! " Jesus continuava caminhando sobre as águas, e as ondas não o atingiam . Ainda um pouco de longe, falou calmamente : - " coragem! Sou eu, não tenha medo ! Então Simão Pedro lhe respondeu : - Senhor, se é você mesmo, dê-me ordem de ir ao seu encontro sobre as águas ! Ao ouvir a resposta de Pedro Jesus disse : - " Vem ! " Pedro descendo da barca, pôs-se a caminhar sobre as águas, indo ao encontro de Jesus. Ao sentir a fúria do vento, ficou atemorizado, começou a afundar e gritou: -Salve-me, Senhor, senão pereço ! Jesus estendeu a mão e o segurou, dizendo : - Homem de pouca fé, por que duvidaste ? Assim que subiram na barca, cessou a tempestade e então reunidos os apóstolos prostraram-se diante do Mestre, dizendo : -Você é verdadeiramente o filho de Deus ! Quando Jesus declarou que era filho de Deus que descera do céu, a multidão que o acompanhava não aceitou seu sermão e o abandonou. Jesus então perguntou aos doze apóstolos : - Vocês também não querem ir embora ? - Senhor - respondeu-lhe Simão Pedro - as suas palavras são a vida eterna, e nós acreditamos que você é o Santo de Deus !

Quando da 2º multiplicação dos pães, Jesus perguntou aos seus apóstolos a que o povo dizia dele, e respondia que ele era João Batista, Elias, Jeremias ou qualquer dos profetas e então novamente perguntou : e vocês que acham que sou ? - O cristo, filho de Deus vivo - respondeu Simão Pedro imediatamente Jesus abençoou Pedro, sabendo que aquela revelação lhe fora feita pelos céus e acrescentou: - Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei minha igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela . Eu te darei a chave do Reino do céu e tudo que ligares na terra , será ligado no céu, e tudo que desligares na terra será desligado no céu, Jesus subiu a um monte chamado Tabor com Pedro, Tiago e João. Lá transfigurou-se diante deles, quando Pedro vendo tanto fulgor, dirigiu-se a Jesus e lhe disse : - Senhor, é bom estarmos aqui. se queres, farei aqui 3 tendas : uma para ti, outra para Moises e outra para Elias. Quando na última ceia, e o Mestre anunciou que aquele seria sua última Páscoa na terra, e tomando uma toalha e com uma bacia d'água começou a lavar os pés aos apóstolos, um por um, Pedro confuso ante essa demonstração externa de humildade quis rejeitar o oferecimento, não podia ver Jesus entregue a uma tarefa de escravo. Mas o Mestre insistiu e convenceu o relutante apóstolo, quando Jesus foi preso no Getsêmani, apreensivo co o que pudesse suceder a Jesus, Pedro havia acompanhando os guardas e o prisioneiro de longe. Em companhia de João que era conhecido na casa do pontífice ( Talvez como vendedor de peixe) falou com a portaria e pediu-lhe permissão para entrar no pátio. A mulher, embora ignorasse as ligações de João com Jesus, reconheceu Pedro como um dos Apóstolo e perguntou : Você também não é um dos discípulo que acompanhavam sempre o Nazareno? Pedro negou e acabou convencendo a serva, mas depois que entrou, outra criada da casa o apontou como seguidor do prisioneiro. Pedro voltou a mentir e afastou-se. Era uma noite fria, os guardas haviam acendido uma fogueira no meio do pátio e Pedro foi juntar-se ao círculo de pessoas que se aqueciam ali, uma delas era justamente o servo a quem Pedro amputava a velha com um golpe de espada, no jardim da Oliveiras. Enquanto estava de pé, a luz do fogo , o apóstolo foi reconhecido pela vítima, mas o homem não tinha muita certeza, por não acreditar na audácia de um apóstolo ter entrado no lugar - Você não é daqueles que eu vi no jardim, ao lado do homem que prendemos ? Pedro voltou a negar, desta vez , com mais veemência. Naquele momento, noite avançada, um galo cantou. E Pedro lembrou-se do que Jesus lhe dissera, após a ceia da páscoa - Ainda esta noite, antes que o galo cante, você me negará 3 vezes ! Abalado afastou-se chorando aflitivamente.

Após o martírio do Cristo este se mostrou aos discípulos no lago de Tibeaiades também chamada lago de Generazé, onde Jesus perguntou a Pedro: Simão, filho de João você me ama ?Sim, respondeu Pedro, o senhor sabe que sim. Pois apascente meus cordeiros . Mais alguns instantes e Jesus repetiu a pergunta no mesmo tom. Pedro deu a mesma resposta e o Mestre voltou a pedir-lhe que apascentasse os cordeiros do seu rebanho. quando Jesus repetiu a pergunta pela 3 º vez, Pedro não pode dissimular sua tristeza, pois entendia que a tríplice interrogação, denunciava alguma dúvida do Senhor a respeito. O Senhor que sabe tudo, sabe que eu o amo ! as 3 perguntas suscitavam 3 afirmações e correspondiam às 3 vezes que Pedro negou Jesus, durante a paixão. Simão Pedro nasceu em Bethasaida pelo ano 10 ac e martirizado em Roma no reinado de Nero provavelmente no ano de 67 depois de Cristo. Pregou o evangelho após a descida do Espírito Santo, na Judéia, na Galicia, na Ásia Menor e mais tarde em Roma, no tempo de Cláudio e no reinado de Nero. Foi crucificado de cabeça para baixo a seu pedido, pois disse que não era digno de morrer igual ao seu mestre Jesus. Deixou escritas duas epístola canônicas.